CASOS

A Chegada de uma empresa de mineração na Argentina

A chegada de uma empresa em um novo país requer um grande trabalho prévio de conhecimento da realidade política, econômica e social do local de destino; uma familiarização com as normas e leis   vigentes; um processo de relacionamento com as comunidades chave para o desenvolvimento da atividade e um aprendizado profundo da idiossincrasia da nova casa.

Com esse processo em andamento uma empresa de mineração de origem norte-americana que preparava sua chegada na província de Catamarca (Argentina) entrou em contato com a Agora Public Affairs. O objetivo era claro: posicionar-se de forma positiva na opinião pública da Argentina em geral e mais especificamente da Província de Catamarca. Um objetivo que demandava a apresentação da empresa a nível institucional e midiático e, acima de tudo, social.

A estratégia apresentada para esse cliente se dividiu entre um plano de assuntos públicos, gestão de audiências com líderes políticos de interesse em nível da província e federal; um planejamento de mídias para apresentar a empresa à opinião pública e sua atividade e o impacto positivo que traria para a região e um planejamento de investigação para conhecer a opinião dos cidadãos para que a empresa pudesse atuar.

O objetivo era claro: posicionar-se de forma positiva na opinião pública da Argentina em geral e mais especificamente da Província de Catamarca. Um objetivo que demandava a apresentação da empresa a nível institucional e midiático e acima de tudo social.

Depois de conhecer a fundo como funcionava a empresa, sua visão e seu trabalho, a equipe da Agora implementou simultaneamente várias ações para cada um dos planejamentos que avançaram durante o primeiro ano.

O planejamento de assuntos públicos concentrou-se no pedido de audiências com líderes chave, desde a Governadora da Província até o titular da Câmara Argentina de Empresários do Setor de Mineração (CAME), a elaboração de perfil das autoridades e o cumprimento legislativodas leis e acordos chave para a atividade de mineração, tendo o Acordo Federal de Mineração como prioridade máxima.

Ao mesmo tempo foi colocado em andamento o planejamento de mídias que supunha a apresentação de representantes da empresa a jornalistas dos setores de mineração, economia e produção; a determinação dos contextos discursivos e de materiais de comunicação (comunicados de imprensa, perfil corporativo, etc) e o acompanhamento diário de mídias para detectar o grau de interesse da atividade por parte da imprensa e as aparições da empresa. Além disso foram realizados vários treinamentos com os porta-vozes da empresa nos quais foi frisada a melhor forma de comunicar as mensagens chave para conseguir um posicionamento positivo do setor de mineração e da empresa.

Para conhecer a opinião pública e a eficácia das ações propostas a Quiddity, empresa de investigação associada à Agora, realizou um estudo quantitativo na província de Catamarca. Nesse estudo foi determinado que 38% da população considerava mineração um setor importante para o desenvolvimento da provínciae 33% afirmava que a melhor contribuição do setor à comunidade é a geração de emprego.

Depois de quase um ano de trabalho, a empresa conseguiu posicionar-se como uma dasempresas mineradoras de mais impacto positivo no país(de acordo com 40% da população na pesquisa de opinião pública) e os principais representantes da empresa a nível mundial realizaram várias reuniões com as principais autoridades políticas relacionadas ao setor (produção, economia) a nível nacional e da província. Sinais de que a etapa de chegada foi cumprida com grande sucesso.

Depois de quase um ano de trabalho, a empresa conseguiu posicionar-se como uma das empresas mineradoras de maior impacto positivo no país.

Com a empresa já consolidada na Argentina o trabalho continua para manter o posicionamento a nível institucional, midiático e social.